Gestantes asmáticas: cuidados especiais

pequena
gestantes asmáticas cuidados

15 de Agosto de 2012

Durante a gravidez, a asma tende a piorar ou melhorar? A resposta é imprevisível, pois cerca 1/3 das mulheres que sofrem de asma apresentam melhoras enquanto estão grávidas, já outro 1/3 piora e o restante não sofre alterações1.

Entretanto, existem alguns fatores que podem contribuir de forma negativa para a alteração do estado da asma na gravidez e outros de forma positiva. A progesterona, por exemplo, que aumenta durante o período de gestação, possui propriedades broncodilatadoras, amenizando os sintomas da asma2.

Outro hormônio que tem seus níveis elevados durante a gravidez é o cortisol. Esta substância oferece proteção contra a inflamação das vias respiratórias causada por alérgenos2.

Por outro lado, o estresse resultante das inúmeras mudanças que a gravidez acarreta pode contribuir para uma evolução negativa da asma na grávida2. As crises de asma podem ocorrer com maior frequência entre a 24ª e a 36ª semana de gestação1.

Desde o primeiro momento, é importante informar ao seu médico que é asmática para que ele indique como você deve proceder durante a gestação. Naturalmente, os cuidados variariam de mulher para mulher e apenas o seu médico poderá indicar o melhor tratamento.

Se você é asmática e passa ou passou por uma gestação, conte-nos como foi a experiência através do campo de comentários abaixo.

 

Referências

1. PETRACHE, I. et al. Asthma in pregnancy. In: EMEDICINEHEALTH. Disponível em: www.emedicinehealth.com/asthma_in_pregnancy/article_em.htm. Acesso em: 29 jun. 2012. 

2. PARA QUE NÃO LHE FALTE O AR. Tratamento para asma na gravidez – sim ou não? 2007. Disponível em: www.paraquenaolhefalteoar.com/articles.php?id=77. Acesso em: 29 jun. 2012.

Cód.: BR/AST/0013/12

POST ANTERIOR

Combate à asma ganha gratuidade no Programa ‘Saúde Não Tem Preço’

PRÓXIMO POST

Asma em fumantes passivos

Comentários (12)

| Quero comentar também

GSK | 6 de Março de 2014

Oi, Karina. Obrigada por participar do nosso blog! O acompanhamento médico durante a gestação é fundamental, pois os cuidados variariam de mulher para mulher e apenas o seu médico poderá indicar o a melhor forma para você ter o seu bebê. Fique à vontade para navegar e aproveitar todas as dicas nos posts. Um abraço, Equipe Blog Chega de Asma GlaxoSmithKline

karina | 2 de Março de 2014

Oi estou gravida de 29 semanas e muito preocupada com a hora do parto e duvida se parto normal ou cesaria é melhor, tenho asma e rinite e com a gravidez fiquei muito mais sensivel. tenho medo de que o trabalho de parto me faça ficar pior da asma e ter que fazer uma cesaria as pressas o que vcs me sujerem????? obrigada.

GSK | 20 de Maio de 2013

Oi, Aline! Obrigada por interagir com o Blog Chega de Asma! A asma é uma enfermidade que pode ser tratada e controlada, basta sempre seguir as orientações do médico e se cuidar. Um bom acompanhamento do médico é importante para ajudar no controle a fim de diminuir ao máximo possíveis complicações. Ele é o mais indicado para esclarecer todas as dúvidas e estabelecer uma relação de confiança com a grávida, fazendo com que ela se sinta segura para seguir as instruções sugeridas. O tratamento adotado por mulheres grávidas asmáticas pouco difere daquele adotado por não gestantes. Acesse os links, é veja algumas dicas sobre o tema: http://www.chegadeasma.com.br/asma-na-mulher/ http://www.chegadeasma.com.br/a-asma-e-os-polens/ Fique à vontade para navegar e aproveitar todas as dicas nos posts. Um abraço, Núcleo de Relacionamento Web GlaxoSmithKline

Aline cardoso | 19 de Maio de 2013

ola, estou gravida de 18 semanas,e sofro de renite alergica e asma , vivo em portugual o ke agrava mais por causa do polen, tenho feito medicação indicada pelom Pneumologista mais com receio por causa do bebe :(

GSK | 25 de Outubro de 2012

Oi, Luciana! Obrigada por interagir com o Blog Chega de Asma! Muito bom poder contar com a sua participação por aqui, e compartilhar conosco sua experiência. Fique à vontade para navegar e aproveitar todas as dicas nos posts. Um abraço, Núcleo de Relacionamento Web GlaxoSmithKline

Luciana | 25 de Outubro de 2012

Tenho 2 filhos e sou asmatica, na minha primeira gestação não tive nenhuma crise, já na segunda tive crise quase todos os dias , chegando até ficar no hospital.

GSK | 24 de Agosto de 2012

Oi, Roseli. Obrigado por participar do Blog Chega de Asma! Você está no caminho certo! Deve seguir sempre a orientação do seu médico, pois de mulher para mulher, os sintomas da asma podem se manifestar com intensidades diferentes. Para acompanhar as nossas publicações basta navegar e aproveitar todas as dicas nos posts. Um abraço, Núcleo de Relacionamento Web GlaxoSmithKline

Roseli Souza Costa | 23 de Agosto de 2012

Boa Noite, sou Roseli, tenho 30 anos, estou na minha 3ª Gestação, com 22 semanas. Na 1ª eu tinha apenas 17 anos e não tive nenhuma crise. Na 2ª gestação, que foi no ano passado, passei muito mal desde o momento que descobri a gravidez, não conseguia andar um quarteirão sem usar a bombinha. Nessa gravidez, não passei tão mal quanto a última, mas já tive 3 crises em 1 mês e meio, o que tbm não é muito bom. Mas já estou sendo acompanhada por médicos e espero melhorar e passar bem o restante da gravidez.

GSK | 20 de Agosto de 2012

Olá, Daniel. Obrigado por visitar o Blog Chega de Asma! É muito bom saber que está aproveitando o conteúdo do nosso blog. Continue acompanhando nossas publicações! Um abraço, Núcleo de Relacionamento Web GlaxoSmithKline

Daniel | 17 de Agosto de 2012

Muito bom! É importante se manter informado.

GSK | 17 de Agosto de 2012

Olá, Nayara. É ótimo saber que está aproveitando as nossas dicas, e que assim o nosso objetivo está sendo cumprido. Muito bom poder contar com a sua participação por aqui! Continue acompanhando nossas publicações, navegue à vontade. Um abraço, Núcleo de Relacionamento Web GlaxoSmithKline

Nayara | 17 de Agosto de 2012

Parabéns pelo post!

Envie seu comentário

Seu e-mail não será publicado
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.