Asma na infância

A asma é uma doença que incide com frequência em crianças, sendo comum o surgimento da primeira crise até antes dos quatro anos de idade. Mas que aspectos tornam propensa a aparição da doença na infância?

Primeiramente, as crianças têm vias respiratórias mais estreitas, menos rígidas e com menos alvéolos. O organismo durante a infância é mais indefeso contra germes e agressores do meio ambiente. Viroses respiratórias também são bastante comuns nesta faixa etária e podem ser causadores de chiado no peito1.

A permanência em casa pode ser um fator desencadeador da doença, uma vez que as crianças pequenas ficam eventualmente expostas a inalantes como a poeira, ácaros, cheiro de material de limpeza, entre outros1. A ida à escola também influencia, uma vez que no ambiente escolar a criança pode pegar mais viroses no contato com professores e alunos2. Em ambos os casos, a família deve estar atenta ao aparecerem sintomas da doença.

Entre as causas mais importantes da asma na infância está a alergia, sendo frequentes também resfriados e gripes – as viroses respiratórias, refluxo gastroesofágico, alguns exercícios físicos, além de aspectos emocionais1.

Rinite, eczemas e conjuntivite são doenças alérgicas igualmente comuns nas crianças, sendo que a rinite pode aparecer junto ou até antes da asma. Ao observar que a criança apresenta espirros, coriza, coceira e congestão nasal, os sintomas podem estar associados à rinite. É importante que os sinais não sejam ignorados porque, se prolongados, eles podem levar a criança a respirar pela boca, causando a perda de apetite, sono agitado, roncos e baba no travesseiro. A rinite pode também provocar outros problemas, entre eles sinusites e alterações dentárias. Dessa forma, a doença deve ser tratada junto à asma1.

Leve seu filho regularmente às consultas médicas1. O cuidado e atenção dos pais é fundamental na manutenção de crianças sadias e felizes.


Referências

2. Aguiar, MC. A asma na criança e no adolescente. In: ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ASMÁTICOS. Disponível em: www.asmaticos.org.br/publicacoes/artigos/anais-11.pdf. Acesso em: 20 abr. 2011.

Cód.: BR/AST/0017/11
>

Mantenha-se informado sobre a asma

Comentários Comentários (16) | Ler todos os posts

Leia outros posts relacionados

Comentários (16)

GSK | 18 de Junho de 2013

Oi, Paulo. Obrigado por participar do nosso blog!

Não temos como informar se existe um produto específico para eliminar os ácaros.

Orientamos que seja feita a limpeza da casa diariamente, com uma pano úmido e evitando o uso de produtos
com desodorizantes.

Fique à vontade para navegar e aproveitar todas as dicas nos posts.

Um abraço,

Núcleo de Relacionamento Web
GlaxoSmithKline

» PAULO GOMES | 17 de Junho de 2013

DESCULPE-ME NA PERGUNTA ANTERIOR FORMULEI ERRADA. NÃO DESEJO SABER AS MARCAS E APENAS A ORIENTAÇÃO SE EXISTEM PRODUTOS QUE PODEM ELIMINAR COM OS ÁCAROS , FICO NO AGUARDO, GRATO !

GSK | 27 de Setembro de 2012

Oi, Renata. Obrigada por participar do nosso blog!

É importante procurar um médico especialista e dizer como sua filha está reagindo ao tratamento atual. O médico pode avaliar com precisão e, se for necessário, vai indicar um novo tratamento para ela.

Fique à vontade para navegar e aproveitar todas as dicas nos posts.

Um abraço,

Núcleo de Relacionamento Web
GlaxoSmithKline

» Renata Kelly | 26 de Setembro de 2012

Minha filha tem 4anos as vezes ela tem crise e fica tossindo quando brinca quero saber se posso dar a bombinha toda vez q ela tossir?

GSK | 17 de Setembro de 2012

Oi, Rosalia! Obrigada por interagir com o Blog Chega de Asma!

É indispensável procurar um médico especialista, para examinar clinicamente seu filho, pois somente com uma avaliação, o médico irá indicar o tratamento ideal para o seu filho.

Fique à vontade para navegar e aproveitar todas as dicas nos posts.

Um abraço,

Núcleo de Relacionamento Web
GlaxoSmithKline

» rosalia | 17 de Setembro de 2012

meu filho tem asma desde 2 anos ,e agora as crise estão co frequencia ,tenho medo de dar essas vacinas an-alégicas o que eu devo fazer

GSK | 9 de Dezembro de 2011

Olá Ana Luiza,

A GSK agradece a sua participação no Blog Chega de Crise / Respire Fundo.

Nosso objetivo é promover um diálogo produtivo sobre a asma de forma abrangente. Seus comentários serão sempre bem-vindos!

É indispensável seguir o tratamento indicado pelo médico especialista. A asma não tem cura, mas seus sintomas podem ser tratados e controlados, interferindo pouco na qualidade de vida do paciente!

Continue acompanhando nossas publicações. Basta navegar e aproveitar todas as dicas nos posts!

Cordialmente,

Núcleo de Relacionamento Web
GlaxoSmithKline

» Ana luzia neves | 9 de Dezembro de 2011

meu fulho tem 23 anos e deu a primeira crise aos 8 meses de vida as primeira crises foras muito severa chegando a ficar em observação varia vezes ao passar os anos foi melhorando mais ainda da crise .
so melhora tomando anti alergico e nebulização.

GSK | 28 de Novembro de 2011

Olá Gilvana,

A GSK agradece a sua participação no Blog Chega de Crise / Respire Fundo.

Nosso objetivo é promover um diálogo produtivo sobre a asma de forma abrangente. Seus comentários serão sempre bem-vindos!

Até o momento não existem métodos disponíveis para a cura da asma. Recomendamos que procure um médico especialista para que ele indique o tratamento adequado para o seu filho. O melhor a ser feito é controlar, minimizar os sintomas e evitar exposição aos fatores agravantes. A asma pode e deve ser tratada e controlada, para que os sintomas interfiram pouco na qualidade de vida de quem convive com a doença.

Continue acompanhando nossas publicações. Basta navegar e aproveitar todas as dicas nos posts!

Cordialmente,

Núcleo de Relacionamento Web
GlaxoSmithKline

» gilvana | 27 de Novembro de 2011

meu filho tem asma leve, quando há mudanca brusca de temperatura ela ataca, ele é jogador de futebol e sofre com isso qual é a cura? que devo fazer?

GSK | 1 de Novembro de 2011

Olá Pedro,

A GSK agradece a sua participação no Blog Chega de Crise / Respire Fundo.

Nosso objetivo é promover um diálogo produtivo sobre a asma de forma abrangente. Seus comentários serão sempre bem-vindos!

É muito importante que procure um médico especialista e relate, na consulta clínica, como seu filho está reagindo ao medicamento que utiliza atualmente. Somente o médico poderá avaliar o caso e, se necessário, indicar um novo tratamento.

Continue acompanhando nossas publicações. Basta navegar e aproveitar todas as dicas nos posts!

Cordialmente,

Núcleo de Relacionamento Web
GlaxoSmithKline

» Pedro | 1 de Novembro de 2011

Meu filho tem 2 meses, tosse tanto que já romperam vasos do olhinho,´já levamos no médico está tomando antibiotico para tosse coqueluchoida, porém hoje é o sexto dia e ele continua tossindo ?

GSK | 31 de Outubro de 2011

Olá Waldely,

A GSK agradece a sua participação no Blog Chega de Crise / Respire Fundo.

Ficamos muito felizes em saber que nosso objetivo, que é promover um diálogo produtivo sobre a asma de forma abrangente, está sendo atingido! Seus comentários serão sempre bem-vindos!

Continue acompanhando nossas publicações. Basta navegar e aproveitar todas as dicas nos posts!

Cordialmente,

Núcleo de Relacionamento Web
GlaxoSmithKline

» waldely | 28 de Outubro de 2011

gostaria de agradecer pelo artigo foi realmente muito informativo. Sofro de asma desde a infância e agora meu filho também e artigos como esse, certamente, nos auxiliam ainda mais no combate a essa doença, obrigado.

GSK | 3 de Outubro de 2011

Olá Rizovaldo,

A GSK agradece a sua participação no Blog Chega de Crise/ Respire Fundo.

Seus comentários serão sempre bem-vindos!

O mais indicado sempre é seguir o recomendado pelo médico. Na consulta clínica ele avalia o paciente e indica o melhor a ser feito. Que tal fazer uma nova consulta e verificar com o médico um material que não traga alergia a sua filha?

Cordialmente,

Núcleo de Relacionamento Web
GlaxoSmithKline

» rizovaldo | 1 de Outubro de 2011

minha filha tem 11 anos e tem asma, o medico dela pediu para limpar o quarto: não deixar objeto de pelúcia, e cobertores. So que adora os bichinhos e não que dormir sem os cobertor, o que posso fazer para melhor a asma dela, e não limitar tantos das coisa que ela gosta? se voceis puderem me ajudar agradeço.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será publicado.
Campos marcados com * são obrigatórios.

*
*
*